Aromaterapia

Os 10 óleos essenciais na aromaterapia

O que é aromaterapia?

Tem perturbações de sono ou outro problema de saúde? Sabia que pode atenuar alguns problemas de saúde através da aromaterapia?

A aromaterapia utiliza extratos naturais de plantas específicas, mediante cada tratamento. Esta terapia traduz-se em melhorias significativos no bem-estar, na saúde física e mental do paciente.

Quais os tratamentos?

Johns Hopkins realizou um estudo em laboratório e descobriu que alguns óleos essenciais podem matar a bactéria Lyme. E que se demonstram mais eficazes do que alguns antibióticos, contudo os resultados dos testes clínicos em humanos não são conclusivos. 

As evidências deste estudo apontam as vantagens em usar óleos essenciais:

  • Melhorar o sono;
  • Reduzir a ansiedade;
  • Ajudar a controlar dores de cabeça;
  • Acalmar a tosse;
  • Ajudar a reduzir inflamações;
  • Fortalecer o cabelo;
  • Revitalizar a sua energia;

Quais os efeitos secundários dos óleos essenciais?

Antes demais, o óleo essencial é um extrato vegetal proveniente de várias partes da planta: flores, folhas ou frutos. É extraído por destilação ou é prensado, originando compostos aromáticos. Podem ser necessários vários quilos de plantas para produzir apenas uma garrafa de óleo essencial.

Apesar dos óleos essenciais serem produtos naturais, podem causar efeitos secundários:

  1. Dores de cabeça: inalar óleos essenciais específicos pode ajudar a atenuar dores de cabeça, contudo inalar em excesso pode causar dores de cabeça.
  2. Várias irritações e queimaduras: misture sempre o óleo essencial com um óleo vegetal, antes de aplicá-lo na pele. Para testar a reação, primeiro aplique uma pequena quantidade numa pequena área da pele.
  3. Possibilidade de originar um ataque de asma: algumas pessoas com problemas de asma podem reagir mal à inalação da difusão.

Qual é a forma mais adequada para aplicar óleos essenciais?

Tendo em conta que os óleos essenciais são extratos naturais provenientes das flores, folhas e caules das árvores, respirar o seu perfume incrível é o processo mais eficaz para usufruir das suas propriedades terapêuticas. Os óleos essenciais também podem ser usados em difusores e humidificadores, bem como uso tópico: misturados com óleos vegetais e aplicados na pele.

Cada vez mais, as propriedades terapêuticas e medicinais dos óleos essenciais são reconhecidas, na medida em que potenciam um sono relaxado, aliviam dores de cabeça. Além disso, os óleos essenciais podem melhorar problemas de pele, tratar constipações e auxiliar na digestão.

Como identificar se o óleo essencial é original?

Para identificar se o óleo essencial é original, são necessários alguns cuidados. Não se esqueça de verificar:
O grau de pureza: procure um óleo que contenha apenas compostos aromáticos de plantas, sem aditivos ou óleos sintéticos.
Qualidade: os óleos essenciais originais, apenas foram modificados durante o processo de extração. Escolha um óleo essencial que tenha sido extraído por destilação ou através da prensa mecânica a frio.
Reputação: compre produtos de marcas nas quais confia.

Principais óleos essenciais:

Existem dezenas de óleos essenciais, com perfumes diferentes. Lembre-se de escolher os óleos essenciais mais adequados de acordo com os seus sintomas ou simplesmente tendo em conta o aroma que mais lhe agrada.

Estes são alguns dos óleos essenciais mais populares:

Óleo de lavanda ou alfazema

O óleo essencial de lavanda é o mais indicado para o alívio do stress e para atenuar os níveis de ansiedade. A maioria de quem procura este óleo tem como objetivo relaxar e potenciar um sono tranquilo.

Óleo de alecrim

O óleo essencial de alecrim potencia e dá um estímulo físico e mental, melhora a concentração e reforça a memória. Reduz a comichão, secura e irritação. Indicado para tratar doenças de pele.

Óleo de eucalipto

Existem dois tipos de eucalipto, um é o eucalipto limão e o outro é o Eucalyptus Radiata. Ambos são usados ​​para minimizar dores nas articulações ou infecções dos ouvidos, nariz e garganta.

Óleo da árvore do chá ou melaleuca

Usada pelos povos primitivos da Austrália, hoje em dia, o óleo com propriedades anti-sépticas e fungicidas é usado para tratar acne, pé de atleta e picadas de insetos.

Óleo de limão

Através do seu aroma cítrico, o óleo de limão serve para estimular o estado de humor. Tem sido usado para curar problemas relacionados com pele como abcessos, furúnculos, e acne. Reforça o sistema imunológico e limpa o corpo. Também é usado para preparar produtos de limpeza caseiros.

Óleo de hortelã-pimenta

O óleo hortelã-pimenta é bom para combater asma, cólica, febre, flatulência, dor de cabeça, náusea, congestão torácica e vertigem. Este óleo refrescante e revitalizante é ótimo para combater a fadiga mental e a depressão, graças ao seu intenso odor a mentol.

Óleo de Ylang Ylang:

Conhecido pelas propriedades afrodisíacas, o aroma agri-doce deste óleo ajuda a baixar a pressão arterial. Tomar banho com o óleo ou usá-lo num óleo de massagem aumenta a experiência de relaxamento. Funciona como repelente contra certos insetos.

Óleo de Sândalo:

O sândalo pertence à espécie de madeira Santalum, madeiras amarelas, pesadas e de grão fino que retêm a sua fragrância ao longo de décadas. O óleo de sândalo é extraído da madeira, uma das mais caras do mundo. É considerado muito eficaz no alívio de cistites e infecções vaginais. 

Óleo de laranja

O óleo de laranja também alivia a ansiedade e o stress, acalma o sistema nervoso e melhora o fluxo linfático. No entanto, é um óleo essencial cítrico que pode causar irritação na pele quando exposto ao sol. É muito acessível.

Óleo de bergamota

O óleo de bergamota é ideal para relaxar e estimular a sensação de felicidade. É útil no tratamento de infeções do trato urinário, problemas de pele e acelera as funções do fígado, baço e estômago. Usado, desde há muito tempo, na indústria de perfumes e alimentos (chá Earl Grey).

Conclusão

Os óleos essenciais são substâncias incrivelmente poderosas que lhe podem trazer o bem-estar da sua saúde física e mental. Os óleos essenciais são usados frequentemente para tratar doenças comuns, e alguns estudos apontam que realmente estes óleos naturais ajudam a aliviar sintomas em casos menores.

Os óleos essenciais geralmente são seguros, quando usados de forma correta. Os óleos essenciais criam um aroma agradável e uma atmosfera calma em sua casa. Também contribuem para o seu bem-estar físico e mental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *